Quadrinhos Gigantes

No último sábado estive em Americana com a exposição “Quadrinhos Gigantes”, que nada mais é do que uma compilação das melhores tiras que publiquei este ano no Jornal Expresso este ano.
americana-schivo

Devo muito da minha participação à Juliano Schiavo e Ana Maria Babocina – o primeiro que tornou o lançamento de seu livro em evento compartilhado e a segunda que me indicou para participar (obrigado prima ;D ). Esta é minha ultima tira do ano que deveria ter circulado no jornal da cidade hoje, mas por outros motivos não foi. Então rompi com meu “preciosismo” com relação à exclusividade da publicação impressa para criar uma galeria no Flickr e começar a postar online. Agaleria se chama Quadrinhos Gigantes (sim, o mesmo nome da exposição) vou atualizar sempre que puder, postando por aqui.

Print

Além disso, estou estudando para levar as publicações para outros lugares públicos: pontos de ônibus. A ideia havia surgido há algum tempo, quando vi uma reportagem de uma artista que utilizava cartazes lambe-lambe para divulgar seus versos pela cidade de São Paulo e, vendo a iniciativa dela, resolvi adaptar para os pontos de ônibus, comumente poluídos com anúncios diversos… mas as fotos desses lugares aparecerâo apenas no meu Instagram que convido você à dar uma olhada lá.

A festa em Campinas

Essa semana que passou fechou meu ano com chave de ouro e explico o motivo.

Na quinta-feira à noite recebi a medalha dos “Amigos da Cultura”, uma homenagem feita pela Secretaria de Cultura para as pessoas que direta ou indiretamente contribuíram para o enriquecimento cultural de Cordeirópolis. E eu não imaginava quantas pessoas faziam isso… são pessoas envolvidas em diversas áreas como teatro, música, artes plásticas, literatura e também preservação do patrimônios culturais dos afrodescendentes e ítalo-descendentes.

whatsapp-image-2016-12-13-at-18-59-12
Fiquei surpreso quando recebi o convite, pois fiz muito pouco ainda, no entanto a homenagem somente incentiva à mim e à Luana, minha esposa, à fazermos mais nos próximos anos, pois acreditamos que o efeito desta homenagem é mais interno do que externo. Em outras palavras, o prêmio valeu mais para cada pessoa homenageada do que para toda população, que verá apenas como um prêmio qualquer, mas nós – Lua, eu e todos os outros artistas – sabemos o valor que isso causa em nossas vidas, nossas carreiras.
Enfim, é com alegria que vejo minha cidade natal despertando para sua própria produção artística.

Depois desse gás na quinta, chegou o domingo e a Campinas Anime Fest, a última festa do circuito Avalon Eventos nesse ano, a maior do circuito.
E foi muito bom!

whatsapp-image-2016-12-13-at-18-55-24
Várias pessoas passaram na minha mesa para conhecer os fanzines e os sketchbooks de couro – especialidade da Luana – e de quebra conheci muita gente bacana, meus vizinhos de mesa, entre eles Guilherme Arrais (Necro Morfus) e Paulo Kielwagen (Blue e os gatos) pessoas que o trabalho o precediam. Revi gente bacana de outros festivais como o a Walkiria Endelich e o Mateus Carvalho e conheci novas figuras, como o Alessio Esteves, grande figura!


À todos eles e a todos mundo, muito obrigado!