Quadrinhos em terapia | HQ

Imagem

Terapia é uma história em quadrinhos que conta os dilemas de um jovem com sua família, namorada e sua vida cotidiana através das consultas com seu psicólogo e, assim, explora os sentimentos da personagem principal ao mesmo tempo em que constrói a vida dele misturando com o som do blues.A história começou a ser publicada em 2011, mantendo a periodicidade de 1 página nova por semana, o que frequentemente é alvo de críticas dos leitores – ávidos por lerem tudo de uma vez – no entanto é um ritmo comum nos quadrinhos desde os tempos mais remotos, com o início das tiras em jornais, onde eram publicadas apenas uma vez por semana.
Duas coisas merecem destaque: a primeira é o roteiro, construído com base em arcos de 12 páginas e que têm a dura missão sustentar a curiosidade do leitor para que espere por uma semana. A segunda é a composição das páginas, que ajudam a contar ainda mais a história, além de tirar o leitor da dos comuns quadros.

Três são os responsáveis por este ótimo trabalho, são eles: Marina Kurcis e Rob Gordon – estudante de psicologia e publicitário – são responsáveis pelo roteiro enquanto os desenhos/arte final/cores ficam à cargo de Mário Cau, quadrinista experiente que entre outras obras também esteve presente em MSP+50, livro com quadrinhos que fazem homenagem aos 50 anos de Maurício de Sousa.

Assim como outros leitores, torço para que este trabalho ganhe notoridade e seja publicado em livro, para que possamos degustar ainda mais.

-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-

O texto acima foi publicado em 2012 no BlendUp, blog onde colaboro, naquela época não poderia imaginar que a plataforma de crowdfunding ganharia tanta força e se tornaria o meio mais utilizado pelos quadrinistas independentes para financiar seus projetos. Agora faltam alguns dias para que a campanha no Catarse se encerre, campanha essa que você pode fazer parte também, basta colaborar… ou pense diferente, pense que estará adquirindo um material único, à um preço justo, com brindes que justificam seu investimento.

Imagem

O Beijo

O fim de agosto foi intenso e marcado por eventos que lembrarei para vida toda: meu casamento – civil e religioso, antes que o garoto ali atrás reclame do plural.
Como parte dos presentes, criei algumas ilustrações sobre beijo, ao ato que Sra. Modanez e eu achamos que seja o maior sinal de afeto. Alguns diriam que abraçar é um ato de amor, uma maneira de demonstrar carinho e afeição, mas para mim o beijo supera tudo isso, com ele demonstramos respeito, amizade, cuidado e, mais do que tudo, amor. Não um amor erotizado, não apenas isso. Um amor verdadeiro, que supera a barreira dos sexos e passa a ser simplesmente um sentimento bem forte, que ultrapassa limites de países e se prolonga, aumenta e enraiza com o tempo.

Image

 

O projeto completo pode ser visto no meu portfólio no Behance.